Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

NaturalGuru

Blog 100% Saudável. Biológico, Ecológico, Fisiológico. Muitas vezes Vegan e Isento de Glúten. Sempre Natural.

NaturalGuru

Blog 100% Saudável. Biológico, Ecológico, Fisiológico. Muitas vezes Vegan e Isento de Glúten. Sempre Natural.

Arando Vermelho e Vitamina C no tratamento de Infecções Urinárias (E muito mais!)

cranberry_juice_l2.jpg

 

 

 

 

As infecções do tracto urinário ( ITU ) são um problema muito frequente, principalmente entre as mulheres. Estima-se que sejam, a seguir às infecções das vias respiratórias, as mais comuns, e que 1 em cada 5 mulheres tenha em algum momento da sua vida uma infecção urinária. Bom, eu sou uma dessas cinco mulheres e não tive apenas uma infecção urinária, tive várias e relativamente seguidas. E sei que não sou a única.

 

Além do próprio desconforto fisico e emocional subjacente à recorrência das ITU, há a questão económica (gastos em medicamentos e até eventualmente absentismo laboral) e a questão da toma recorrente de antibióticos, apontada como um problema de saúde pública, pois existem cada vez mais bactérias consideradas super resistentes aos antibióticos conhecidos.

Em 2012 Portugal foi o 9º pais europeu entre 30 países com consumo de antibióticos acima da média, uma tendência que felizmente se reverteu, ainda que ligeiramente, pois em 2014 Portugal já só ocupava o 16º lugar entre os mesmos 30 países, com média de consumo inferior à média europeia.

 

O meu problema das ITU resolveu-se a partir do momento em que descobri o super poder do arando vermelho e da vitamina C. Como já disse, houve uma fase em que tinha frequentemente uma infecção urinária, e por mais antibiótico que tomasse não havia forma de resolver aquela situação.

Até que uma vez decidi fazer um suplemento combinado de arando vermelho e vitamina C, et voilá! Nunca mais aconteceu!

É verdade que também tomo probióticos e tenho outros cuidados, mas efectivamente o arando vermelho é uma mais valia, e as suas propriedades benéficas para tratar ITU estão mais do que documentadas. 

 

 

Benefícios do arando vermelho:

 

Tem acção antioxidante, protecção da função cardiovascular, anticancerígena e antibiótica.

Potencia o efeito dos antibióticos perante algumas bactérias super resistentes, como a E.Coli, impedindo também a adesão de determinadas bactérias às paredes do tracto urinário.

É uma importante fonte de vitamina C.

É seguro em grávidas e crianças.

Pode ser tomado sob forma de bagas, sumos ou suplementos. (Eu tomei em suplemento).

 

 

Benefícios da Vitamina C:

 

Além de reforçar o sistema imunitário, a Vitamina C tem a vantagem de acidificar a urina, o que dificulta o crescimento bacteriano e subsequente colonização da bexiga.

Pode ser tomada sob forma de sumos ou suplemento.

Li que deve ser tomada uma dose de 2000 mg por dia. Como o suplemento que tomei tinha 60mg de vitamina C por cápsula, sendo que o máximo de cápsulas recomendadas por dia eram duas, decidi tomar 1000 mg/dia de vitamina C (efervescente) conjuntamente. De qualquer forma recomendo que antes de o fazer procure orientação de um médico ou profissional devidamente habilitado.

 

O arando vermelho deve ser tomado como prevenção das ITU, e deve fazer parte do tratamento complementar com o antibiótico.

 

 

Deixo ainda mais algumas dicas para exterminar de forma implacável a sua infecção urinária:

 

 - Beba muita água! Recomenda-se pelo menos 2L por dia. Avalie as caracteristicas da urina, se estiver translúcida então provavelmente está a beber água suficiente.

 

- Ingira alimentos ricos em probióticos. Os probióticos trazem inúmeras vantagem à nossa saúde, nomeadamente o reforço do sistema imunitário. Para saber mais sobre este assunto veja aqui o post "Intestinos e Probióticos - Take 1".

 

-  Considere a toma de um probiótico específico para a região vaginal. A região genital feminina também tem um microbioma próprio que pode estar alterado pela alimentação, stress ou toma prévia de antibióticos. Basta um desequilíbrio para facilitar a colonização desta região com bactérias patogénicas.

É também uma forma de prevenir as candidíases vaginais, que surgem muitas vezes depois de um tratamento com antibióticos.

 

- Beba chás de ervas conhecidas por promoverem a eliminação de água, potenciando a subsequente eliminação de bactérias. As ervas cavalinha, barbas de milho e uva-ursina são das mais recomendadas.

(duas colheres de sopa de cada em 1,5L de água por dia).

 

- Evite a ingestão de alimentos açucarados, álcool e hidratos de carbono processados. Priviligie uma alimentação alcalina, rica em fruta e legumes.

 

- Reforço da higiene perineal feminina : após evacuar, limpe-se sempre da frente para trás, evitando a contaminação da uretra com bacterias intestinais. Urine sempre antes e depois das relações sexuais.

 

- Evite o uso de sabonetes, desodorizantes e ou produtos com quimicos ou perfumes, pois são potencialmente irritantes para a região genital. Houve um urologista que me sugeriu a higiene com sabão artesanal de azeite.

 

 

Espero que este post tenha sido útil! Se conhece alguém que esteja nesta situação, indique-lhe o post e talvez faça a diferença para essa pessoa.

 

Se quiser saber mais sobre este assunto, recomendo a consulta do livro " A Natureza cura a Natureza" de João Belo, bem como os seguintes sites:

 http://www.apurologia.pt/pdfs/Guia-cistite.pdf

https://www.dgs.pt/estatisticas-de-saude/estatisticas-de-saude/publicacoes/portugal-controlo-da-infecao-e-resistencia-aos-antimicrobianos-em-numeros-2015-pdf.aspx.

 

Até Breve!

 

 

BREVES FACTOS SOBRE ITU (para os corajosos que lêm os posts até ao final!)

 

São as mulheres que mais sofrem com este tipo de infecção, pois a uretra e o anús estão muito próximos e é fácil haver colonização dessa zona com bactérias intestinais. Além disso a uretra feminina é muito mais curta que a masculina, logo as bactérias ascendem mais facilmente à bexiga.

A uma infecção urinária baixa, que ocorre a nível da bexiga chamamos cistite. Quando a infecção já atinge os rins é uma pielonefrite.

 

Sintomas de infecção urinária:

- ardor a urinar,

- urinar frequentemente e pouco de cada vez,

- urgência urinária, 

- presença de sangue na urina, 

- febre,

- dores lombares.

 

Na presença destas queixas é importante procurar o médico e fazer uma colheita de urina para avaliar se há mesmo uma infecção, e que microorganismo a está a causar.

 Uma infecção urinária não tratada poderá resultar num grave problema de saúde!

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.